Vereador pede por implantação de lombofaixas em locais sem semáforo

Iniciativa tem a premissa de melhorar o trânsito local, além de assegurar a travessia de pedestres.

O vereador Caio Cunha (PV) solicitou à Prefeitura de Mogi das Cruzes a implantação de lombofaixas em ruas que não possuem sinalização semafórica. A iniciativa tem a premissa de melhorar o trânsito local, além de assegurar a travessia de pedestres. A indicação foi apresentada na tarde desta terça-feira (1° de julho) durante sessão ordinária realizada na Câmara Municipal (avenida Vereador Narciso Yague Guimarães, 381 - Centro Cívico).

Segundo o verde, a colocação de lombofaixas é uma forma eficiente de moderação de tráfego, já que vai promover a redução da velocidade dos carros e motocicletas em ruas, além de oferecer maior segurança e acessibilidade para travessia de pedestres e melhorar a visibilidade da faixa para condutores:

“Já existe um Projeto de Lei tramitando na Câmara dos Deputados (4046/15), que obriga a implantação de faixas de pedestres elevadas em frente às escolas. Nossa proposta visa ampliar essa cobertura com a construção dos dispositivos em ruas do município não possuem semáforo. A ideia é que as faixas elevadas sejam sinalizadas com cores diferentes, facilitando, assim, a visibilidade dos condutores”, detalhou.

O parlamentar lembra, também, que a medida já foi adotada em países como Inglaterra, Alemanha e Holanda, bem como em outros lugares do Brasil como o município de Caraguá e a vizinha Arujá.

A indicação cita a resolução 495/14 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) como parâmetro para implantação dos dispositivos de segurança. Assim, a altura da lombofaixa deve ser igual a das calçadas, desde que não ultrapasse 15 centímetros, e inclinação entre 5% e 10%. O documento pede, ainda, que os locais sejam bem sinalizados, informando o motorista que há faixa elevada:

"As lombofaixas deverão ajudar os condutores a visualizarem melhor os pedestres, além de contribuírem com a redução da velocidade, proporcionando mais segurança a todos”, concluiu o vereador.